sateliteUm satélite para chamar de seu, é este o sonho das fabricantes chinesas de receptores de tv piratas e o pesadelo das operadoras de tv por assinatura, um sonho, ou pesadelo, que em breve irá se realizar.

Isto por que as fábricas chinesas da região de Shenzen, onde estão a maior parte dos fabricantes de receptores de tv piratas, resolveram se unir para financiar a fabricação e lançamento de um satélite para a transmissão de tv digital equipado com nada menos de 57 transponders Banda KU.

O projeto está orçado em 104 milhões de dólares e deverá ser custeado em 70% pelo governo chines e deverá ser lançado do Centro de Lançamento de Satélite de Jiuquan, no deserto de Gobi, a 1.600 km de Pequim já no início de 2015 e deverá ocupar uma posição orbital entre o satélite da Sky, Intelsat 11, que fica na posição orbital 43W, e o satélite Amazonas, que fica na posição orbital 61W.

Mais um grande problema da operação do satélite para tv pirata a ser lançado pelos chineses é que eles não tem permissão de operar um satélite nesta posição orbital.

Alheios à ilegalidade da operação de tal satélite, as principais marcas de receptores piratas para a América Latina já prometem mais de 200 canais HD neste novo satélite e também os 5 canais 4K que devem ser lançados pela NET no próximo ano.

Do outro lado desta mega operação da pirataria da tv por assinatura estão as associações de combate à pirataria da tv por assinatura, como a ABTA e a Aliança contra a Pirataria da TV por Assinatura, que também já planejam uma operação nunca vista para impedir que este satélite entre em operação.

Elas pretendem derrubar o satélite de sua posição órbital, lançando um objeto ao espaço para entrar em rota de colisão com o satélite pirata, a ideia é que este objeto seja lançado a bordo de um foguete Ariane 5, a partir da base espacial de Kourou, na Guiana Francesa.

Será uma verdadeira operação Guerra nas Estrelas sobre os céus do Brasil.

Fonte: http://gps.pezquiza.com/